Primeira audiência de instrução sobre crime de trânsito será em maio

Publicado por Diego Machado em

Preso desde 26 de novembro de 2017, o universitário João Victor Ribeiro de Oliveira, de 26 anos, responsável pelo grave acidente que resultou na morte de três pessoas, incluindo uma gestante, e deixou outras duas gravemente feridas, em novembro do ano passado, será levado à primeira audiência de instrução sobre o crime de trânsito. O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) marcou a sessão para no dia 7 de maio de 2018, às 9h10, na 1ª Vara do Tribunal do Júri da Capital.

Nesta fase do processo, testemunhas de acusação, arroladas pelo Ministério Público, e de defesa, arroladas pelos advogados do réu, serão ouvidas em juízo. Por último, será a vez do universitário prestar depoimento. Após a audiência, acusação e defesa terão até dez dias para apresentar as alegações finais. Depois disto, o juiz Ernesto Bezerra Cavalcanti, da 1ª Vara do Júri da Capital, decidirá se o réu irá a júri popular.

Na época do acidente, João Victor foi autuado em flagrante por duplo homicídio e três lesões gravíssimas, com dolo eventual (quando se assume o risco de matar). No entanto, o indiciamento foi agravado após a morte cerebral de outra vítima. Após o acidente, ele foi submetido ao teste de bafômetro, que identificou uma concentração de 1,03 ml de álcool por litro de sangue, três vezes mais que o permitido.

O acidente ocorreu no cruzamento da avenida Rosa e Silva com a rua Cônego Barata, no bairro da Tamarineira, zona norte do Recife. A perícia do Instituto de Criminalística (IC) também constatou que ele dirigia a 108 km/h. Na via, a velocidade máxima permitida é 60 km/h. Durante o levantamento de documentos, foi identificado ainda que possuía mais de 10 multas referentes ao avanço de sinal e dirigir em alta velocidade.

fonte: destak jornal


APRENDA A FAZER UM RECURSO DE MULTA DE TRÂNSITO NESSE MINICURSO 100% ONLINE E 100% GRATUITO

Cadastre-se Gratutitamente

Talvez você também queira ver..