Servidora do Detran é investigada por cobrar propina para retirar multas do sistema no AP

Publicado por Diego Machado em

Uma servidora do Departamento Estadual de Trânsito do Amapá (Detran-AP) é investigada por suspeita de cobrar propina de condutores para retirar do sistema multas e infrações em que foram autuados. Um mandado de busca e apreensão foi cumprido nesta terça-feira (10) pelo Ministério Público do Estado (MP-AP) e Polícia Civil, na casa da funcionária, no bairro Pacoval, em Macapá.

O diretor do Detran, Inácio Maciel, informou que ela, que atuava no setor de infrações, cobrava até R$ 1,5 mil para que as autuações e multas não fossem lançadas no sistema. Ele completa que os suspeitos entravam em contato com as pessoas que foram flagradas em barreiras de trânsito e ofereciam a negociação.

“A investigação ocorre há 8 meses, quando recebemos denúncias de condutores que foram autuados em blitz de trânsito informando que pessoas entravam em contato e ofereciam a retirada das multas e autos do sistema, desde que houvesse o pagamento do dinheiro. Nesse sistema havia a participação da servidora, que tinha o acesso às informações”, detalhou.

Na casa da servidora foram encontrados documentos que serão analisados como provas do ato. O Detran não informou a quantidade de pessoas que podem ter feito o pagamento de propina para os suspeitos. Além dela, as investigações buscam informações sobre outras pessoas que teriam participado do esquema.

Durante as investigações, uma medida cautelar foi representada contra a servidora, que está afastada de suas atividades no departamento. Até esta publicação, ela estava sendo encaminhada para o Ministério Público, para prestar esclarecimentos.

Este é mais um caso de golpe que está sendo investigado pelo Detran, informou o diretor. Em maio, quatro pessoas foram presas suspeitas de integrar, junto com presidiários, uma quadrilha que aplicava golpes pelo WhatsApp oferecendo serviços. Entre os detidos, estavam esposa e a irmã de um detento, além da mulher de outro.

“Infelizmente este é outro grupo que está atuando para tentar fraudar as ações dentro do departamento. Mas todas as ações estão sendo investigadas e combatidas para que os usuários não sejam prejudicados”, ressaltou Inácio Maciel.

 

fonte: G1


QUER APRENDER 5 DICAS PARA RECORRER DE SUAS MULTAS DE TRÂNSITO?

Talvez você também queira ver..


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *